Garça.
Anuncie Aqui Fale Conosco Receba notícias no What’s App 14 98184-5807

Postado em 11/06/2019 às 22:16

DDM prende acusado de favorecimento da prostituição em Garça

Homem estaria aliciando adolescentes de extrema pobreza, oferecendo doces e dinheiro em troca de favores sexuais

 

Um comerciante foi preso pela equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da Polícia Civil de Garça, acusado de oferecer doces e dinheiro em troca de favores sexuais com adolescentes de classe baixa e extrema pobreza. Ele já havia sido preso em 2013 pela mesma prática, continuando com a prática delitiva após ser solto.
 
De acordo com informações apuradas pelo Garcaweb.com, a DDM recebeu algumas denúncias de que P.S.A.L., 47, morador da Vila Araceli, estaria novamente praticando crimes de ordem sexual contra menores de idade. A equipe da DDM iniciou a busca por testemunhas dos fatos, uma vez que as adolescentes, ou se recusavam a falar, ou negavam os fatos, bem como se apresentavam temerosas.
 
A investigação foi comandada pela delegada Darlene Rocha Costa, titular da DDM de Garça, sendo localizadas algumas testemunhas, que foram ouvidas como Testemunha Protegida. Elas afirmaram terem conhecimento que o investigado aliciava adolescentes de classe baixa e extrema pobreza, oferecendo a quantia que variava entre R$ 10 e R$ 40, para que as mesmas deixassem o investigado acariciar e fotografar seus seios.
 
As testemunhas também informaram que o investigado oferecia bebidas alcoólicas e drogas para as adolescentes, sendo tudo em troca de mostrar os seios para serem fotografadas. Com base nos depoimentos e denúncias recebidas pela Delegacia Especializada, foi representada pela prisão temporária do investigado, além da busca e apreensão em sua residência e em sua loja de conveniência.
 
Os policiais civis abordaram o investigado próximo de sua residência, sendo dado o cumprimento do mandado de prisão temporária. Em seguida, a equipe da DDM realizou a busca em sua residência e em seu comércio. Foram apreendidos computadores, celulares e aparelho de DVR de imagem de câmera de monitoramento.
 
“O investigado foi encaminhado para a Central de Polícia Judiciária de Marília, para posterior transferência para a cadeia pública de São Pedro do Turvo. Foi instaurado Inquérito Policial de Favorecimento da Prostituição. A princípio, ele está cumprindo a prisão de temporária de 30 dias, que pode ser prorrogada por mais 30 dias, para o término das investigações. Após esse período a prisão pode ser convertida em prisão preventiva”, disse a delegada.

 

Receba notícias pelo WhatsApp

Quer receber notícias de graça pelo WhatsApp? 

Clique aqui e siga as instruções

 

Veja Também

Bandidos são presos pela PM após roubarem padaria em Garça
Força Tática prende acusado de tráfico de drogas em bar na Vila Araceli em Garça
Homem é detido pela PM após seguir e ameaçar mulher no Jardim Monte Verde
PM prende desocupado que furtou tanquinho em casa no bairro Labienópolis
Garça Web
Receba notícias no What’s App
14 98184-5807
Garça Web © 2017 Todos os direitos reservados | Desenvolvido por StrikeOn